Sindserv completa 27 anos de luta pelos servidores públicos

São Sebastião, quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Neste dia 28 de dezembro, o Sindserv completa 27 anos de luta pelos direitos dos servidores públicos municipais de São Sebastião. Esta data festiva marca a trajetória em que a participação e a organização dos trabalhadores arrancaram diversas conquistas ao longo dos anos. 

A organização dos trabalhadores começou em 1985, quando nasceu a Associação dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião, mas foi em 1989 que a entidade se transformou em Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião (Sindserv).

Somos um Sindicato combativo e classista, sempre em defesa dos trabalhadores. A nossa independência, transparência e credibilidade dá sustentação às nossas lutas e garante a força necessária para enfrentar os ataques da administração aos funcionários públicos. 

“Nos últimos anos vemos uma categoria cada vez mais unida e com vontade de lutar por melhores condições de trabalho e um serviço público de qualidade. Não nos curvamos aos desmandos da administração e o Sindserv luta para garantir a valorização do funcionário público, pois os servidores são fundamentais para o desenvolvimento de São Sebastião. Tenho orgulho de estar à frente deste Sindicato para defender a categoria”, destaca a presidente do Sindserv, Audrei Guatura. 

Sindserv, desde 1989 lutando pelos direitos dos trabalhadores.

Mais de mil pessoas se divertiram no Dia de Confraternização e Conscientização dos Servidores promovido pelo Sindserv

São Sebastião, terça-feira, 6 de dezembro de 2016


Sindserv
Mais de mil pessoas se divertiram no Dia de Confraternização
 


Com muita música, churrasco, bebidas e muitos brindes, mais de mil pessoas puderam se divertir no Dia de Confraternização e Conscientização dos Servidores, promovido pelo Sindserv, no dia 3 de dezembro. A quadra da Marinha, no Centro Histórico de São Sebastião estava repleta de funcionários públicos, que junto de familiares, puderam comemorar a luta, esforço e dedicação de todos por serviços públicos de qualidade.

Os funcionários da prefeitura, da Fundação de Saúde Pública, da Câmara e os aposentados puderam participar do sorteio de dezenas de brindes, como bicicletas, liquidificadores, secadores de cabelo, forno elétrico, entre outros. As crianças também se divertiram com os sorvetes e com os brinquedos, como pula-pula e piscina de bolinhas. No final do evento ainda houve o bingo de um micro-ondas e uma TV.

O Sindserv também disponibilizou dois ônibus para os servidores da Costa Norte e da Costa Sul participarem com mais tranquilidade da confraternização. “Preparamos este evento com muito carinho e empenho. Estou feliz em ver que todos saíram satisfeitos e ter tido a oportunidade de conversar com os companheiros servidores para fortalecer cada vez mais nossa união para lutar pelos direitos da categoria”, destaca a presidente do Sindserv, Audrei Guatura.

Os servidores e familiares elogiaram a organização do evento, como no caso da Angelina, moradora da Costa Norte que estava acompanhando o esposo. “Está muito mais organizada que nos anos anteriores. Ficamos bem pouco tempo nas filas e está mais confortável para circular. Os comes e bebes estão ótimos e gostei muito dos brindes também”, afirma.

Já a servidora Justimiana, conhecida como Mulata, ressalta que é uma ótima oportunidade para encontrar com os amigos. “Este é o primeiro ano que venho e gostei muito. É uma festa boa, um excelente trabalho da diretoria do Sindicato que nos proporciona este momento no final do ano”, destaca.

Para a pajem aposentada Dulcineia Couto, o evento estava bem organizado. “Eu adorei. Tudo muito agradável, não faltou nada e a equipe está de parabéns”, explica. “A festa está ótima, bem mais organizada, a comida está deliciosa. Eu me aposentei em 85 e há muitos anos participo do evento. Espero que venham muitos outros tão bons como este”, completa a auxiliar de enfermagem aposentada Jurema Alécio.

Agradecemos a todos os servidores que trabalharam direta e indiretamente neste grande evento e também aos apoiadores: Uniodonto, Soesp Odonto, Tebar Praia Clube, RF Calçados, Ecopav, Ruiz Contabilidade, Mega Papelaria, Cacau Show, Nice Calçados, Doplaspel, Wizard, Costa Marina Corretora de Seguros, Associação Berçário Amigos da Criança, Casas Buzzo, Farmácia Helicônia e Edivaldo Soares (Videoke).

 

CLICK AQUI CONFIRA AS FOTOS DO EVENTO

Sindserv é contra cobrança de imposto sindical dos trabalhadores

São Sebastião, terça-feira, 29 de novembro de 2016

Federação Fupesp ganha ação judicial contra prefeitura e irá receber um dia de trabalho do servidor este mês 

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião (Sindserv) repudia a cobrança do imposto sindical que privilegia entidades que nunca lutaram pelos direitos da categoria sebastianense. Nos holerites de novembro, os trabalhadores foram surpreendidos com o desconto no valor de um dia de trabalho que será repassado a Federação dos Funcionários Públicos Municipais do Estado de São Paulo (Fupesp). A instituição ingressou em 2006 com uma ação judicial contra a prefeitura e ganhou ao recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

Segundo a presidente do Sindserv, Audrei Guatura, o Sindserv nunca cobrou dos servidores o imposto sindical e não é filiado a Fupesp. O Sindicato não tem nenhuma ligação com esta ação judicial, nem mesmo foi citado ou comunicado por nenhuma das partes durante o processo. “Tivemos conhecimento do desconto no dia 22 de novembro e imediatamente averiguamos a situação e oficiamos a prefeitura para que fosse embargada a execução e evitasse que o trabalhador sofresse com este absurdo, mas até agora não tivemos nenhum retorno da administração”, afirma a presidente Audrei Guatura. 

Segundo o Departamento Jurídico do Sindserv, a Fupesp, com base na Constituição Federal e na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), ingressou com o processo e teve o pedido de cobrança do imposto sindical negado pelo Juiz de São Sebastião ao afirmar na sentença que “a contribuição sindical só é devida à respectiva federação na ausência do respectivo sindicato. Todavia, público e notório que no município de São Sebastião existe entidade sindical representativa dos servidores públicos municipais”. 

A Fupesp não aceitou a derrota e recorreu no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, onde o desembargador teve o mesmo entendimento e julgou improcedente a ação. A entidade conseguiu o direito no STJ, em Brasília, onde não houve manifestação por parte da prefeitura ou pedido de contestação da execução dos valores. 

De acordo com a determinação judicial, a Fupesp deverá receber 11 anos de contribuição do imposto sindical, referente ao período de 2006 a 2016. Porém, no ofício protocolado pelo Sindserv no dia 22 de novembro na Secretaria de Administração (Secad) e na Secretaria de Assuntos Jurídicos (Sajur), o Sindicato requer que “sejam tomadas as devidas medidas judiciais cabíveis por parte do Exmo. Sr. Prefeito Municipal para que evite o desconto de dias de trabalho da categoria a título de Imposto Sindical cobrada pela Fupesp”.