Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Reunião Faps

  • Reunião aberta com gestores do Faps será realizada no Sindserv. Participe!

    O evento será dia 27 de novembro, às 18h, e a participação dos servidores é muito importante

    Os gestores e conselheiros do Fundo de Aposentadoria e Pensões (Faps) estarão na sede do Sindserv, no dia 27 de novembro, às 18h, para uma reunião aberta aos servidores ativos e aposentados. A pauta do evento é a avaliação da atual situação do Fundo e medidas para garantir que não ocorram maiores dilapidações do patrimônio da categoria.

    A diretoria do Sindserv solicitou a reunião para que os gestores apresentem de forma transparente e concreta a saúde financeira do Fundo e as ações que estão sendo tomadas, ainda mais depois de acompanhar no início deste ano a audiência pública na Câmara Municipal, onde foi apresentado o déficit de R$ 256 milhões, resultado do cálculo atuarial, que em 2014 era de menos R$ 93 milhões, entre outras informações, como a falta de repasse da contribuição patronal, em anos anteriores, de R$ 6,1 milhões.

    Vale ressaltar que o Sindserv aplica todas as medidas legais possíveis para que não ocorram prejuízos ao patrimônio dos servidores públicos municipais, dentre elas, denúncias na Polícia Federal e Ministério Público (inclusive a que resultou na devolução de uma aplicação suspeita de R$ 10 milhões ao Fundo), cobranças junto à prefeitura e ao próprio Faps sobre a transparência das contas.

    Inclusive consta na pauta de reivindicações, aprovada em assembleia pela categoria, que seja criado um informativo detalhado do Faps, onde conste cálculo atuarial, investimentos, resgates, entre outros detalhes que garantam total transparência para todos aqueles que contribuem com o Fundo.

    A presidente do Sindserv, Audrei Guatura, afirma que “a falta de transparência nas contas, somadas a movimentações suspeitas, sempre deixaram a diretoria do Sindicato preocupada com a saúde financeira do Faps”. “Sempre cobramos acesso à documentação para acompanhar as movimentações do Fundo, com pedidos de reuniões e esclarecimentos que nunca ocorreram. É uma situação crítica que foi apresentada e os causadores desse prejuízo precisam ser responsabilizados. Esta reunião é muito importante para toda a categoria poder dialogar diretamente com quem está administrando os recursos que vão garantir o futuro de todos nós”, completa.